Leitura - O Rei não está Nu - Um texto de Victor S. Gomez

 O Rei não está Nu - Um texto de Victor S. Gomez


Meu medo é que esse mal se espalhe,

se espalhe tanto,

que nunca mais saia daqui,

que nunca mais vá embora.

Quem tinha um pouco,

agora tem tão pouco,

mas nem todos estão como nós.

Todos os dias os carros correm pela cidade,

levam e trazem mensagens,

alegres para uns poucos,

Tristes para outros tantos.

Parece que isso se repete todos os dias,

uma vida sem rumo,

sem razão alguma.

E a violência se arrasta,

até dar o bote,

nos atacando bem no pescoço.

E a fome,

tem cara de horror, 

ainda mais quando nos olhamos no espelho.

A morte chegou sorrateira,

com seu semblante sorridente,

nos levando em seus braços todos os dias.

E são tantos que se vão,

que mais parece uma guerra.

Nem sempre tudo foi assim, 

então existe a possibilidade de tudo voltar ao que era antes, 

e ficar bem melhor.

Anseio por mudanças, 

anseio pelo bem do povo, 

anseio pelo desaparecimento dos reis.

O rei não está nu, 

ele vestiu todas as roupas possíveis, 

mas com nosso dinheiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre meu Livro "Universo Interior"

Poesia - Cheiro nos Lençóis - Um texto de Victor S. Gomez

Saudades da Chuva - Um Texto de Victor S. Gomez